principal
   artigos
   technik
   encontros
   eventos
   propagandas
   loja virtual
   fórum
   contato
   equipe
   parcerias



 

 


vai para a página inicial da volkspage
 
 

VW inicia as vendas do coupé-cabriolet Eos no Brasil

Texto: Press-Release VWB
Imagens: Divulgação VWB

Data: 04 de Marco de 2009


A Volkswagen do Brasil começa a vender nas concessionárias Premium da marca o modelo Eos, um coupé conversível que traz o máximo de sofisticação, requinte e conforto. O novo veículo importado une as linhas clássicas de um coupé com o toque elegante e esportivo dos carros conversíveis.

Produzido em uma das mais modernas fábricas do grupo Volkswagen, a Autoeuropa – Automóveis Ltda, em Portugal, o modelo segue um conceito de design esportivo aliado a diferenciada silhueta lateral.

Desenho sedutor, esportividade e capota conversível são os principais atributos do conversível Eos que se destaca entre todos os seus “irmãos” como o primeiro conversível do mundo a oferecer o sistema de capota CSC (Coupé Sun roof Convertible) de 5 partes, com acionamento elétrico e teto solar de vidro escurecido, medindo 1.125 milímetros por 605 mm, algo inédito na indústria automobilística.

 

O Eos passa de coupé a conversível em apenas 25 segundos. Para isso, os motores elétricos que executam essa operação recolhem a estrutura da capota para o interior do porta-malas. A operação inversa é completada no mesmo tempo e, para acionar o teto solar ou a capota, o condutor só precisa pressionar uma tecla no console central.

 

Estragos indesejáveis podem ser evitados: o Eos traz um sistema que detecta obstáculos na traseira. Dessa forma, a operação de abertura da capota é interrompida para evitar danos em sua estrutura ou até mesmo na tampa traseira. Além disso, o painel traz um indicador do status da capota, que indica ao condutor se ela já está totalmente aberta ou fechada, ou se o seu mecanismo ainda está em movimento.

O veículo dá continuidade à tradição da marca de produzir, de tempos em tempos, modelos com esse tipo de teto – como o Fusca em 1949, o Golf I em 1979, o Golf III em 1993, o Golf IV em 1998 e o New Beetle, em 2003.

O veículo também chama a atenção por detalhes externos como o acabamento cromado que contorna a grade frontal e o jogo de rodas esportivas Le Mans, feitas de liga leve de aro 17”, com pneus 235/45 R17 e dupla saída de escape em aço inox.

 

Eletrônica aprimorada para a máxima segurança

Além da estética apurada dessa carroceria coupé/conversível, o Eos também se destaca pelo alto grau de segurança oferecido ao motorista e aos passageiros. O modelo está equipado com um sistema ativo de proteção contra capotamento (ARP – Active Rollover Protection).

O dispositivo eletrônico estende duas estruturas metálicas, recolhidas atrás dos bancos traseiros, em apenas 0,25 segundo quando o sistema detecta que o modelo ultrapassou determinada inclinação lateral e velocidade, a fim de garantir a máxima proteção aos ocupantes.

O coupé também está equipado com airbags frontais, e laterais, além do sistema de freios ABS, do controle de tração (ASR) e do controle de estabilidade (ESP). Para rodagem tranqüila e segura durante a noite, o Eos oferece faróis bi-xenon com facho de luzes direcionais, além de lanternas traseiras com LEDs.

 

Desempenho esportivo e muito requinte interno

Além da nova capota CSC, o Eos também agrada quando o assunto é desempenho. Equipado com o mais moderno câmbio Tiptronic de seis marchas e tecnologia DSG de dupla embreagem com acionamento por teclas no volante e com o motor 2.0 TSI turbo (eleito melhor do motor do mundo nos últimos 4 anos), que gera 200 cavalos de potência a 5.100 rpm e torque máximo de 28,5 mkgf entre 1.700 e 5.000 rpm, o conversível leva 7,9 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e atinge 229 km/h de velocidade máxima. Com essas qualidades, o Eos oferece desempenho superior ao dos principais concorrentes comercializados no País.

Qualidade também é o que se pode notar na parte interna do modelo, com acabamento esmerado, que inclui forração de couro (preto, cinza ou bege). Entre os itens de destaque estão o volante multifunções com teclas para trocas de marchas, display multifunção e sistema de som, frisos e pedais de alumínio, rádio CD Player para 6 discos com MP3 e entrada Aux-in para fontes externas de áudio, oito alto-falantes, ar-condicionado Climatronic de duas zonas e, para tornar a viagem com a capota aberta ainda mais agradável, uma proteção antiturbilhamento de vento entre as fileiras de bancos.

 

O volume de carga do porta-malas é de 205 litros com o teto aberto. Quando fechado, esse volume sobe para 380 litros. Além disto, existe a possibilidade de acessar o porta-malas por dentro por meio de uma tampa integrada no banco traseiro.

O Eos será comercializado em versão única nas concessionárias Premium da Volkswagen espalhadas pelo Brasil com preço a partir de R$ 159.900,00. O cliente encontrará o modelo nas cores preto Ninja (sol), preto Mystic (perol), azul Shadow, azul Ocean, prata Sargas, branco Cristal (sol), vermelho Salsa (sol), dark Maroon, cinza Beryllium e ainda mais 3 opções de acabamentos internos que variam entre as cores preto, pinza e bege.

O nome Eos

O nome Eos vem da mitologia grega, mais especificamente conhecida como a deusa do amanhecer, é curto, objetivo e fácil de ser pronunciado em qualquer lugar.

Segundo a mitologia grega, Eos costumava sair do fundo do mar para a superfície, dentro de uma carruagem, para trazer a luz do amanhecer para o povo. A deusa é considerada também a mãe do vento, da noite e da manhã. Amanhecer, vento e estrelas, elementos da natureza que traduzem bem o conceito deste novo modelo da Volkswagen.

 



© 1997-2018 - Todos os direitos reservados